➸ Mulher Vermelha ♥

Cada vez que escrevo um bom poema é mais uma moleta que me faz seguir em frente.

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Ele,

Ele pode pensar em você. Todos os dias. E ainda sim, preferir o silêncio.

Cfa.

terça-feira, 24 de outubro de 2017

Floriu

Coragem, às vezes, é desapego. É parar de se esticar, em vão, para trazer a linha de volta. 
É aceitar doer inteiro até florir.

CFA

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Assustadoramente feliz

Talvez eu não esteja errada, não seja inconsequente, nem perturbadoramente desapegada. Eu simplesmente respondo meus sentimentos a medida que eles aparecem. O tempo me ensinou a usar os sentimentos sem esquecer de usar o cérebro, mas ainda assim, prevalecendo o que me faz feliz. Ele não quis voltar porque eu era ruim, eu fui embora tantas vezes porque ele era ruim. Mas afinal, o que é ser ruim? Hoje, diante de tantos relacionamentos baseados no dinheiro, no "agora temos um filho pra criar", "mas estamos há tanto tempo junto", "não da pra separar agora", vi que a coisa mais certa que fiz foi aceitar tudo que eu já senti. Tive 3 amores, três namoros pra viver a vida inteira juntos, apesar dos contratempos, e parece que finalmente esse final feliz - em continuidade - chegou. Mas vocês namoram há tão pouco tempo, mal se conhecem, não precisa casar agora, casar é difícil. Amigos, difícil é você conviver com alguém que você não ama mesmo estando juntos há muito tempo, difícil é se submeter à uma vida inteira juntos sem as mesmas perspectivas, sonhos e desejos, permanecer num relacionamento por causa dos filhos, da família ou do comodismo. Eu não to vivendo nada difícil, aliás, se o fosse, eu nem estaria vivendo. Lutei pra ter o amor leve, fácil, gentil, e ele chegou, esperar mais tempo pra passar o resto da minha vida com ele, é tolice.

r.

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Amor,

Amor não se acha, se constrói.

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Solidão feliz

Há menos de um ano eu tinha que ir contra a minha opinião e aceitar o cuidado de um terceiro. Eu tive que me cuidar, que me tratar e acima de qualquer coisa, aceitar e conviver comigo mesma sem ferir aos outros. As consultas acabaram, o remédio parou, ele não está mais na minha vida. Mas isso não significa que passou pra sempre. Ser ansioso e ter o início da depressão é aprender a conviver com dias de alegria imensa, e de tristeza absoluta. Sou grata aos caminhos que a vida me levou, e as mudanças que Deus caridosamente fez no meu ciclo social, mas às vezes da vontade de me enfiar num quarto escuro e chorar. Às vezes eu sinto saudade dele, mesmo sabendo que isso foi melhor. Às vezes eu acho que sou uma fracassado intelectualmente e profissionalmente. Às vezes eu não quero ouvir falar da minha família. Mas então eu me faço um favor, e me dou um tempo. Deixo de pensar, durmo, tomo um porre, relaxo e tudo volta ao normal. Aprendi o sentido de descansar ao invés de desistir,  aprendi a fortalecer os meus laços e a impor minha ausência. Família, noivo, amigos, faculdade, trabalho, subgrupos, cachorros, sobrinhos, academia, às vezes todos eles têm que saber que você está off line, desligada, e que o seu tempo é seu, não deles. 

R.

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Alguma coisa acontece no meu coração ♫

Eu esperei tanto por isso, caminhar por essas ruas sem pressa de voltar, apreciar cada esquina escondida dessa cidade imensa, e sim, maravilhosa. Há dez anos eu começava o Mulher Vermelha pensando em ser uma jornalista ébria, num apartamentozinho no centro, cercada dos meus livros e do melhor Whisky.  Bem, eu ainda não estou no meu apartamentozinho, e talvez tenha aprendido a gostar mais de vinho que de whisky, mas eu já me realizo de conhecer melhor o coração da minha cidade perfeita. A pizzaria na Cubatão, os bares da Augusta, a academia 24h que talvez - bem talvez mesmo - salve meus joelhos. O cinema, o mirante do MASP, as pipocas, os filmes. Cada trilha sonora da minha vida se tornando realidade. Os dias de luta foram doídos, mas os dias de glória finalmente deram as caras. 

Renata Oliveira

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Feliz aniversário, moço

Parabéns! Você foi perfeito na medida que poderia ser, e merece o melhor da vida, e que o universo te retribua igualmente tudo que você disseminar. Percebo, só agora, que passamos pouquíssimo tempo juntos. Tudo poderia ter sido mais intenso e maior, mas nada, absolutamente nada que acontece em nossas vidas poderia ter sido de outra forma. Mesmo o menor detalhe. Não há nenhum "se eu tivesse feito tal coisa..." ou "se agora fosse diferente...". Não. O que aconteceu foi tudo que poderia ter acontecido e foi para aprendermos a lição e seguirmos em frente. Obrigada por ter me ensinado tanto, por ter me amado e enlouquecido, por ter me trazido a consciência do que eu quero ser, e de como eu quero amar. Te amarei para sempre, e meu coração pra sempre vai guardar a lembrança do seu sorriso, do nosso sorriso juntos. Que teus lábios, nesse dia, possam sorrir com sinceridade e alegria. Que teu amor seja verdadeiro, e que a tua vida siga os caminhos que você planejou. Infelizmente nos separamos, mas felizmente estivemos juntos em algum momento. "Quero que você seja feliz 🎵"

Com muito amor e saudade, de quem te guarda no melhor lugar que poderia, e te ama até o fim.


Renatinha.

sábado, 23 de setembro de 2017

Oitavo mês aguenta, que eu já tô chegando

38ª semana, e você não está aqui. Como eu te quis, como eu te amei. Você poderia nascer no aniversário do seu pai, será que teria o mesmo temperamento? Será que não cumpriria o mês da família? Meu pequeno anjo, obrigada por ter cuidado de mim, por ter intercedido por mim, e por cuidar daquela que vai te amar pra sempre. Você é a minha lembrança boa dele, você é o que me faz seguir em frente, e eu nunca me arrependerei de você. Nesses dias, longe da nossa casa, meu coração aperta. Penso em como teríamos sido, em como você seria. O tempo não quis, sua missão não era nos meus braços. Meu anjo, não me abandone nunca, eu te amo.

m.



Essas palavras que eu escrevo, me protegem da completa loucura.