➸ Mulher Vermelha ♥

Cada vez que escrevo um bom poema é mais uma moleta que me faz seguir em frente.

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Volta?

O amor não é racional, nunca foi. E eu amo você. Apesar de não ter sido como queríamos, apesar de termos errados juntos e nos separados sozinhos, cada um com seu orgulho, eu ainda acredito. Você sente por mim o mesmo que sinto por você, raiva, dor, ressentimento, e apesar da razão gritar alto, uma vontade enorme de te beijar e esquecer o resto do mundo. Era só o que eu queria, você, um lugar longe, tempo pra colocar tudo isso em ordem, tempo pra você entender que será diferente, tempo pra você entender que eu te amo e não quero que isso vá embora. Eu só queria ter a certeza de você, ter sua presença pra ver tudo se confirmar, toda negligência ir embora, todo o amor restaurar. Eu te amo, só queria que você acreditasse mais uma vez.

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Meu amor ♥

Amor? Não sei. É meio paranoico. Parece uma coisa para enlouquecer a gente devagar.
Caio Fernando Abreu

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Esses são dias desleais.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Cada verso ♥


Não é sobre ter

Todas as pessoas do mundo pra si
É sobre saber que em algum lugar
Alguém zela por ti
É sobre cantar e poder escutar
Mais do que a própria voz
É sobre dançar na chuva de vida
Que cai sobre nós



É saber se sentir infinito
Num universo tão vasto e bonito
É saber sonhar
E, então, fazer valer a pena cada verso
Daquele poema sobre acreditar



Não é sobre chegar no topo do mundo
E saber que venceu
É sobre escalar e sentir
Que o caminho te fortaleceu
É sobre ser abrigo
E também ter morada em outros corações
E assim ter amigos contigo
Em todas as situações



A gente não pode ter tudo
Qual seria a graça do mundo se fosse assim?
Por isso, eu prefiro sorrisos
E os presentes que a vida trouxe
Pra perto de mim



Não é sobre tudo que o seu dinheiro
É capaz de comprar
E sim sobre cada momento
Sorrindo a se compartilhar
Também não é sobre correr
Contra o tempo pra ter sempre mais
Porque quando menos se espera
A vida já ficou pra trás





Segura teu filho no colo
Sorria e abraça teus pais
Enquanto estão aqui
Que a vida é trem-bala, parceiro
E a gente é só passageiro prestes a partir

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Perfeito ♥


Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.
1 Coríntios 13:10

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Talvez...


Eu achava que aos poucos a gente morria de amor, depois do fim, depois da despedida, mas não, ninguém morre. Dói muito e a angústia chega a apertar o peito, você chora baixinho pra ninguém ouvir antes de dormir e a saudade te invade de um jeito avassalador. Quantas vezes eu quis saber como você estava sem mim, se encontrou outro alguém ou se ainda pensa em nós. Mas, todas as dores, as feridas, as noites em claro, a angústia que se fazia presente em meu peito, a dor que persistia em ficar, tudo isso passou, a tempestade acabou e deixou-me ainda mais forte. Depois do fim é difícil recomeçar e como dói lembrar daquele adeus. Eu nunca precisei esbanjar sorrisos de graça para parecer bem quando eu não estava. Nunca escondi a saudade e evitei a todo custo fazer pose para parecer feliz, quando de fato eu não estava. Portanto se eu sorrir é porque estou bem, não preciso declarar a minha felicidade aos quatro cantos do mundo como quem precisa mostrar a todos que depois do fim superei de forma mágica, não sofri e que estou melhor do que nunca. Sinceramente, acho desnecessário querer parecer feliz e realizado logo após uma história tão bonita quanto a nossa foi, ter se acabado. Também não vou me abrigar no primeiro abraço, nem me entregar ao primeiro beijo que me aparecer. Não vou me tornar uma pedra e não vou me fechar para a vida, eu só quero um tempo. Um tempo não para ficar sofrendo, chorando e pensando em tudo que acabou, mas um tempo para aproveitar e sugar tudo o que há de bom, recarregar as energias, descobrir novos lugares para ir num sábado à noite, conhecer pessoas que nunca quis conhecer, terminar a minha lista de séries no Netflix, descobrir onde tem o melhor cappuccino, fazer um tour gastronômico pela cidade e planejar a minha próxima viagem. Esse meu coração teimoso precisa aprender a reencontrar o tal do amor próprio. Hoje tive um encontro comigo e descobri coisas que antes sei lá, passavam despercebidas talvez. Mas sabe, meu sorriso é mesmo bonito, as minhas piadas são realmente muito ruins e eu não sou tão simpática assim. Não tenho preferência musical e meu gosto é um tanto que diferente, estranho talvez. Meu abraço é o melhor do mundo e sei apoiar alguém, como ninguém. Realmente você tinha razão quando dizia que fico linda de pijama. Você tinha razão quando dizia que minha risada era engraçada e que sou a melhor companhia de viagem que alguém poderia ter. Você estava certo quando dizia que me faltava coragem às vezes para lutar pelo que eu queria e que eu precisava não me esconder tanto do mundo, não precisava me defender tanto das pessoas e por mais que as feridas fizessem morada em mim eu precisava me esvaziar da dor. Lembrei de quando você me dizia o quanto eu era incrível e que eu merecia tudo de melhor. Eu realmente mereço e é por isso que eu não posso deixar o meu mundo desmoronar, é por isso que não posso criar um bloqueio e impedir que coisas boas cheguem até mim, a dor não pode ser maior do que as possibilidades tão lindas que vejo por aí, e não posso permitir que essa insegurança tire as coisas boas de mim. Então, eu te desejo abraços calorosos, sorrisos que fazem a gente ganhar o dia, te desejo um cafuné num domingo a tarde, abraços de moletom no inverno, mensagens de bom dia e risadas que fazem doer a barriga. Seja feliz, porque eu também vou ser. Mantenha a sua fé, sua coragem e sua ousadia de viver, porque eu também vou manter a minha alegria, minha paz e meu sorriso encantador. Quero me encantar de novo com a vida, quero continuar me descobrindo, sei que pra pessoas como eu e você sempre há coisas boas reservadas. E não pense que “Não demos certo”, nós demos sim, e muito certo, por um tempo. E agora, outras coisas, pessoas e momentos vão aparecer em nossa vida e vai dar certo novamente, de uma forma diferente, mais intensa talvez ou mais devagarzinho, mas vai, acredite. Talvez a gente se esbarre por aí novamente com o coração mais feliz e maduro, talvez a gente sinta falta e depois de tantos encontros e reencontros decida pousar no mesmo lugar. Aprendendo a aceitar aquilo que não soubemos aceitar, amando aquilo que não conseguimos amar, descobrindo aquilo que tentamos esconder e resolver tudo aquilo que deixamos para depois. Talvez a gente se esbarre novamente com o coração mais calmo e decidido a lutar, a ficar, mas por hoje é melhor alçarmos voo.

T. R.

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Amar é um ato de coragem!


Quando compreendemos que todas as pessoas têm suas limitações, que cada um tem uma personalidade própria e o direito de se manifestar como é, abrimos nosso coração para a oportunidade de viver um amor verdadeiro. Neste ponto ficamos diante de uma pessoa que realmente existe, e que na sua naturalidade, sem estar coberta por um monte de exigências, pode nos surpreender com seu jeito espontâneo de ser todos os dias. Talvez você nunca venha a viver o que imaginou, mas viverá algo muito melhor, dentro da solidez que a realidade traz.
Viver um relacionamento real exige amadurecimento, força interior, estabilidade emocional e acima de tudo amor. É a ternura de olhar o outro como ele é, de amar quem está na sua frente e não na sua cabeça, é a compaixão de aceitar suas limitações, porque temos limitações também, e é um ato de coragem, de mesmo sabendo de seus pontos fracos e dos desafios de um relacionamento, aceitar dar as mãos e caminhar juntos nesta jornada de aprendizagens.
Os relacionamentos existem pra isso. Para aprender. Não aprender necessariamente a lidar com o outro, mas sim conosco. Pois um relacionamento nos dá um espelho de nossas emoções íntimas. Aceitar se relacionar é aceitar se encarar: encarar nossos sonhos, expectativas, nossa paciência, bondade, aceitação, compaixão, ternura, fé, confiança, e acima de tudo, nossa capacidade de amar.
Uma relação é um exercício emocional, é aceitar confrontar a si mesmo, diante da presença do outro.
É por isso que todo relacionamento da certo. Por mais que você tenha sofrido, chorado, terminado… Por mais que tenham sido dez anos, ou cinco minutos… Por mais que tenha sido na experiência de um namoro ou de um olhar, cada pessoa que veio em sua vida veio por sua afinidade, pra lhe ensinar aquilo que você precisava aprender. Pra você lidar com alguma coisa em seu mundo interior. Não deu certo do jeito que você queria, mas do jeito que você precisava e não sabia. Graças a ele você pode aprender mais e amadurecer, e agora estar mais preparado para um relacionamento mais profundo.
Então abra-se pra isso. Assuma o compromisso de enxergar tudo com os olhos da verdade, vendo cada um como é. Assuma suas necessidades e largue as expectativas. Permita-se ser surpreendido pelo outro, sem aquela lista de exigências ou um roteiro traçado. O amor possível é o único que pode te fazer feliz. Pois sabendo que todo relacionamento da certo, o amar torna-se uma aventura por sentimentos e experiências que vão muito além do que você podia imaginar.

Alexandre Gruber

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Valente

6 anos que Deus me deu a chance de recomeçar e amar de novo. 6 anos do meu bem mais precioso na terra. 6 anos de família. Dia 17 será sempre um dia lindo, só não mais do que o dia do meu milagre,

tiaRê

domingo, 13 de novembro de 2016

amor com fim

O amor acabou,
mas obrigado por ter começado.
Fui feliz porque te amei
honrado por ter estado ao seu lado,
mas ainda que tua boca diga que me ama
o silêncio dos teus olhos aflige meu coração.

Houve um tempo que sorríamos muito
em que nossas mãos caminhavam unidas
como uma oração ao Deus da felicidade
e hoje, ainda que haja lágrimas
essa lembrança alivia a dor na despedida.

Peço perdão
se por acaso não cumpri a promessa da eternidade
porém fui eterno todas as vezes que,
entre um sussurro e outro,
ajoelhei diante do milagre dos teu beijos.

E crucificado
na cruz dos dias que não davam certo
me sentia um deus
todas as noites
que ressuscitava em seu braços
o amor nosso de cada dia.

Não sei se posso ser seu amigo
depois ter sido seu amante,
mas depois de ter sido teu amante,
que graça tem ser seu amigo?

Não quero de volta as estrelas
que te dei
em troca de
todas as vezes que me levou ao céu.

O amor é um presente
que poucos podem ter, ou dar.
Amar é um ato de coragem
já desamar requer humildade.

Quando se dá o último abraço
é porque já faltava braços há muito tempo.

Não quero entender o amor
de minha parte, só queria dizer obrigado.

sergio vaz


quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Dueto

Serás o meu amor, serás a minha paz.

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Gratidão ♥

"Um sonho sonhado sozinho, é um sonho. Um sonho sonhado junto, é realidade."

Depois de meses de trabalho, de idéias, de sonhos, de discussões árduas, saiu tudo absolutamente lindo. Meu coração é grato por ter encontrado quem comprasse a ideia e compartilhasse o sonho, meu coração é grato por te acima de tudo um amigo que acreditou. O sonho só está começando!

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Amar é flertar com a morte

Viver um grande amor é assustador. Nenhum outro sentimento amedronta tanto quanto o amor. Todo mundo deseja isso, mas pouquíssimos sustentam viver uma história assim. Amar nos coloca numa posição de grande vulnerabilidade e fragilidade e por isso o amor é tão assustador. Se sentir desprotegido é uma sensação de morte. Amar é flertar com a morte, pois se tudo acabar é isso que vamos sentir, como se tivéssemos morrido.

Andréa Beheregaray

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Obrigada, meu ex amor


É preciso tempo pra entender, pra compreender o porquê. Chegamos a conversar como adultos, chegamos juntos à conclusão de que não daria certo, queríamos coisas diferentes, nossas visões tinham mudado. Mas você fez questão de voltar, de me fazer pensar que talvez desse certo, fez questão de fingir mais um tempinho. Depois repetiu tudo de novo, as palavras de ódio, as ofensas, a raiva, a opinião ridícula e imutável do meu avô. Você fez questão de ferir de novo, mesmo sabendo que tudo se resolveria com um "não quero mais, passou". Mas na hora da raiva é difícil entender, na hora do estresse é difícil aceitar que a pessoa em quem você depositou amor não consegue refletir isso, e mais uma vez eu cai e me deixei levar pela sua raiva, que nunca foi minha. Mas passou, eu entendi, muito obrigada. O tempo confirmou o que eu já sabia, você confirmou todas as minhas opiniões horríveis e conclusões desastrosas, manipular se tornou um hábito seu, infelizmente. Mas sem você eu não teria chegado até aqui, sem você eu não saberia de muitas coisas, não teria, inclusive, me libertado. Obrigada por me mostrar que o amor é escolha, que ser amado e amar é um exercício diário. Obrigada por me mostrar que relacionamento nenhum é perfeito, mas que empenhadas, duas pessoas juntas podem fazer milagres. Obrigada por me mostrar que dá pra amar apesar das diferenças, das discórdias e de uma série de detalhes que as vezes viram motivo pra briga. Obrigada por me mostrar o prazer das noites em claro, o prazer de sonhar, o prazer de querer ficar junto pra sempre. Mas, acima de tudo, obrigada por me mostrar que mesmo depois de um amor imenso e sofrido, como foi o antes de você e o seu, que eu ainda consigo me apaixonar, que eu ainda posso sonhar com alguém, e que ser feliz é uma questão de ser. Eu te amei muito, mas nosso tempo passou. Eu amei muito nosso amor, mas ele não existe mais. 

Agradecer

Agradecer a Deus por mostrar os melhores caminhos, por provar que era ali que eu devia estar, por trazer quem eu precisava e por me encorajar a seguir em frente. Crie coragem, levante, siga. Obrigada!

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Myself

Eu não digo sim quando quero dizer não, nem digo não quando o que quero é dizer sim, se eu estiver em dúvida te direi 'talvez', se eu fizer silêncio é porque você não entendeu as alternativas anteriores e de alguma forma está desrespeitando e invadindo minha posição. Não faço joguinhos ou o gênero confusa, se você me perguntar eu irei responder. Não tenho dificuldade em expressar as minhas vontades, aprendi a falar o que desejo com delicadeza. Também não tenho intenção de ferir ninguém, mas em hipótese alguma irei me ferir por medo de falar. Porque é impossível ser honesto com os outros, se antes você não for honesto consigo mesmo.


Andréa Beheregaray

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Sobre fracassos:

Eu nunca admiti meus fracassos, ta aí uma coisa que eu preciso trabalhar ainda. Sempre soube no que não sou boa, então, nunca me atrevi. Mas fracassar no que me comprometi a fazer sempre doeu de mais. Tudo tinha que ser perfeito, o boletim, as amizades, as viagens, os amores, o vestibular, a faculdade, a irmã caçula perfeita. Eu nunca desisti fácil, eu tento todas as vezes que der, eu tento até meu corpo ou minha mente não suportarem mais a ideia de que as fracasso, as vezes, não é culpa nossa. A gente contribuí pro fracasso tomar conta de nós, mas ele não existe apenas por nós. Ele não mudou, não foi culpa minha. E eu só parei de fracassar depois que aceitei o fracasso, eu só acertei depois que admiti que não estava certa, eu só cresci depois que entendi que estava só começando.

rot

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

eu juro que te procurava, de novo, de novo & de novo

Era intenso, mas machucava. Era bom, mas fazia mal, ainda faz. Era abusivo, era viciante. Amor de uma parte, possessão da outra. Fé de uma parte, orgulho da outra. Um amor lindo, destruído por dois inconsequentes. Da primeira vez, o indiferente. Da segunda, o agressivo. O bom é que terceiras chances existem pra dar certo, e essa hora chegou. Sem pressão, mas sem desprezo. Tesão, carinho e um amor pra ser construído. Agora, dois adultos, não mais duas crianças. Juntos, caminhando por um futuro em comum, sóbrios, certos, com fé. Ainda bem que o tempo cura as feridas e envia amores novos, ainda bem que as coisas mudam, ainda bem que o jeito que a gente vê as coisas mudam. Amor pouco eu nunca quis, e paguei o preço de toda a intensidade. Agora é a hora do amor retribuir.

rot

Like a dream come true ♥

Sempre antes de alguma grande estréia meu coração fica assim, acelerado, com medo, querendo que aconteça logo, mas com receio de aconteça logo. É uma sensação engraçada, mas estranha, uma sensação que eu dispensaria facilmente, mas sem a qual o prazer de ver a obra concluída não seria o mesmo.  Essa semana tudo vai mudar, as coisas vão tomar uma proporção maior, é o primeiro passo de um sonho grande, o primeiro resultado de horas de planejamento. É só o primeiro sonho se realizando. Vai ser uma semana de espera, de agonia, de expectativa. Vai ser a última semana antes de eu começar de fato, vai ser  a minha páscoa. E pelo prazer de ver tudo concluído, de ver o brilho no olho e no rosto de quem me confiou o sonho eu suporto essa ansiedade,  controlo minha insonia e ainda acordo linda e bela pra realizar meus sonhos e o deles, também.

Renata Oliveira

domingo, 30 de outubro de 2016

Both of us

"Apesar das diferenças, tinham algo muito importante em comum, eram loucos um pelo outro"


quarta-feira, 26 de outubro de 2016

"Tudo perdoa"

Três anos depois eu descobri porque te quis tanto, porque insisti ontem e hoje. Você foi o primeiro em muitas coisas, apesar de achar que não, você marcou o fim de uma adolescente e o nascimento de uma mulher. Você me ensinou o prazer de uma garrafa de vinho, o prazer de noites em claro, de viajar junto, de dividir conta, você me ensinou tanta coisa, até aceitar o que não se pode mudar. E você é um a dessas coisas. Mas vai chegar alguém que também vai me ensinar tantas outras... Aquela máxima de que devemos ser a mudança que queremos ver é bem útil, eu comecei minha mudança quando aceitei meus erros, eu vi e senti ainda que por poucos dias, o prazer de lutar pelo relacionamento que eu quero, mas você me fez aceitar que não vai ser o nosso relacionamento. E mudar significa, aqui, evoluir e não regredir. Eu ainda acho desrespeito algumas opiniões, ainda enxergo os problemas de fora, ainda grito quando algo me incomoda. Buscar ser melhor ainda não significa ter que aceitar qualquer coisa em troca, aceitar algo contra o que somos. Você foi bom sim, me fez melhor sim, e só agora, depois de entender o que sinto por você, é que enxergo isso. Foi bom, foi necessário, me fez ver que a gente tem que lutar pra ser feliz, mas tem que lutar com quem luta com a gente, me fez ver o valor de dar valor agora, o valor imenso da minha vida e das minhas escolhas, me fez ver que o seguir em frente só vem depois do perdão. Encerramos nossa história como encerramos nossos namoros, sem olhar no olho, imediatos, certos do que queremos, sem ouvir o outro. Mas em compensação, seguiremos nossas vidas com o sentimento de ter feito a escolha certa, de ter agido certo, de ter tentado. Você vai ser feliz, eu também, meu bebê um dia vai ouvir o quanto o amor pode ser poderoso e destruidor ao mesmo tempo, vai ouvir também que desistir não é opção quando a gente ama. Apesar do fim, de você ter ido embora, minha esperança ainda existe, uma pena meu amor não saber sofrer, suportar e esperar tudo, ainda mais o seu. 

RenataOliveira

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Adeus, Mulher Vermelha

Chegou a hora de dizer tchau, né Darling. Depois de tantas cartas, desabafos, encontros, vontades, chegou a hora de ver que tudo isso é opcional. Obrigada por me ouvir por quase dez anos, obrigada por ter sido um amigo fiel, mas chegou a hora de procurar novos ares, sofrer já não é uma saída. Obrigada por ter me permitido ser a Mulher Vermelha e me acompanhado nessa fase difícil que é crescer. Obrigada por ter guardado meus segredos de mim mesma, obrigada. Um beijo, sentirei saudade.

Renata Oliveira 

Amor,

A paixão é uma fatalidade, o amor é uma escolha.

A paixão é egoísta, o amor é generoso.

A paixão é renúncia, o amor é recomeço.

A paixão arrebenta, o amor adapta.

A paixão é confinamento, o amor é abrigo.

Carpinejar

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Coríntios 13

Quase três anos depois, quando toda a paixão que eu sentia por você foi embora e ficou só a certeza do querer, eu passei a entender:


"O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta."


quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Espero Alguém

Eu nunca acreditei no fim, não rasguei as fotos, não doei as roupas, pelo contrário, me apeguei a eles acreditando que esta separação seria, enfim, o tempo necessário para sermos melhores, apesar da raiva eu ainda sentia esperança, sabia que meu perdão chegaria, e aguardava ansiosa o seu. Mas só o meu chegou. Ainda há esperança no meu coração, mas não tanta,  já comecei a pensar se darei um destino pras nossas coisas ou se deixarei o tempo cuidar disso. Tentei recomeçar com outro, mas meu amor  e meu corpo sabem bem o que quero, e essa já não é uma opção. Minha saudade hoje é como um quadro, escrevo-a para poder me lembrar do que era ao vê-la daqui uns anos e não sentir nada. Minha saudade é o combustível pra reatar os velhos hábitos na melhor companhia, a minha, contestar a crítica dos filmes, saborear um bom jantar e um bom vinho, amar mais a mim mesma, viajar... Minha saudade, hoje, é só saudade mesmo, esperando o tempo passar, um alguém novo chegar, com seus novos costumes, novos caminhos, novos prazeres.

"Eu espero alguém que não se irrite com a minha ansiedade"


quarta-feira, 12 de outubro de 2016

As vezes


"As vezes é gostoso pra conversar, não pra outra coisa. As vezes é gostoso pra outra coisa, não pra conversar. As vezes é gostoso pra apresentar pra amiga..."

Regina Volpato



terça-feira, 11 de outubro de 2016

Sobre a busca da felicidade:


Felicidade não é resultado de mágica, nem cai do céu ao final das suas batalhas. Felicidade é conquista diária, esforço e empenho. É a força para mudar aquilo que não nos agrada, é a energia para construirmos o que escolhemos e delicadeza para tercemos nossos relacionamentos sem estagnar na fantasia da frase mais mentirosa da literatura infantil 'E foram felizes para sempre'. Felicidade muitas vezes chega através de caminhos árduos e enfrentamentos dolorosos. Raramente é fruto da sorte. Felicidade é a coragem de nos tornarmos aquilo que desejamos ser. É construção, felicidade é tomar as rédeas da sua vida nas mãos.


Andréa Beheregaray

segunda-feira, 10 de outubro de 2016


Era sonho,

Um fim de semana, eu e você presos num quarto qualquer, algumas garrafas de vinho, nossas velhas taças. Primeiro a gente mata a saudade, longos beijos, seu beiço mole, a gente faz amor algumas vezes antes do sono bater, a gente dorme, namora de novo, e agora é a hora de colocar as coisas em ordem, perdoar o passado, declarar o amor, planejar o futuro. Já não preciso de muito, eu, você, uma casa pequena com espaço pro bebê e pra cachorra. Queria tanto te contar as coisas que mudaram, meus planos, meu job, contar que eu tava te esperando pra escolher a cama nova, pra gente poder dormir nas tardes de sábado, te contar das minhas novas permissões, da minha vontade de acordar na sua cama aos sábados. Tanta coisa mudou, meu amor, hoje eu quero só um bom jantar por semana pra gente planejar nosso futuro. E ai o final de semana acaba e na hora da despedida é aquela agonia terrível, carregada de saudade, que faz a gente querer enfrentar o mundo, os erros, e casar agora. Mas ai o despertador toca, eu tenho que acordar, mais uma segunda, aula de Obrigações, não passou de um sonho.

Renata

domingo, 9 de outubro de 2016

saudade, vontade, falta

 _ Isso não é estresse, mãe. É saudade, vontade, tentativa frustrada.

Dói ver você, depois de tudo, lutando contra o que sente. Dói pensar, também, que você considerou que eu fosse como aquela menina. Você me disse que deu-se conta de que o tempo tá passando, mas continua com o ceticismo dos 20 anos de idade, continua vacilando na hora de fazer escolhas decisivas, continua deixando seu lado fraco tomar conta da sua decisão. Mas quem sou eu pra falar do que sente, não é? Eu só posso falar de mim, a menina que depois de 21 anos virou mulher, que superou dois amores antes de você, e que hoje enxerga o porquê dos relacionamentos anteriores terem dando errado, e entende o que deve mudar. Depois de toda essa consciência tomada, cheguei à conclusão que devia lutar, uma última vez, pelo amor que sinto por voce, que ainda dói no meu coração, antes que ele passasse como os outros, antes que eu lembre de você como alguém que amei. E eu voltei, eu te expliquei, eu cedi, eu deixei todas as minhas fraquezas naquele travesseiro. E mais uma vez você não acreditou, você manipulou a situação dizendo que eu só queria as coisas do meu jeito, mais uma vez você mudou a situação. Eu me despi de corpo e alma pra provar minha mudança. Você voltou ao início pra provar a sua. Mas, assim como você, eu passei a me amar mais com a chegada dos 21, eu me arrependi, eu mudei, mas não é porque errei que devo me submeter a isso, nem você. Eu sei do meu valor, do que sou e do quanto mereço um amor recíproco em todas as partes. E, por fim, eu não me envolveria nesse seu jogo com a moça que há tanto tempo você faz de step, que você usa pra se curar e saciar os seus desejos: bonita, mediocremente inteligente, incapaz de dar dois passos pra fora. Eu jamais participaria, sororidade, sabe? Mas eu te entendo, entendo seu lugar confortável, e entendo que fiz o que achei certo, apesar de ter dado errado. Desejo, mais uma vez, que você seja imensamente feliz e que faça quem quer que seja, feliz também. Estou pronta pra seguir em frente, pra deixar esse amor louco, intenso, febril, que sinto por você descansar em paz. Um beijo grande, acompanhado de uma saudade maior ainda. Eu te amo, mas sei que não vai ser pra sempre. 

ROT

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Cirurgicamente preciso

FÁCIL SE SEPARAR, DIFÍCIL VOLTAR


Você se separa por pouco e só volta por muito.

A ruptura aconteceu por uma bobagem, já a reconciliação invoca sérias mudanças.

Se a distância surge por um troco, retomar a proximidade pressupõe uma fortuna.

Excluindo a separação pelas razões radicais de infidelidade e incompatibilidade, ela tende a ser desencadeada por nada: uma diferença que transbordou ou uma grosseria fora de hora. O estopim das crises vem de pretextos bobos, ou é o lixo que não foi levado, ou é a louça que não foi lavada, ou é um ciúme gratuito. Ninguém se separa por grandes causas, em defesa de um plano educacional ou em nome da reforma agrária. A separação é deflagrada por motivos banais e egoístas, não emerge de conflitos ideológicos e argumentações generosas a favor da coletividade.

Por sua vez, o retorno vira uma epopeia, ninguém aceita o outro de volta facilmente.

Se quebrou os pratos porque recusou gastar em um pulo à serra agora o ressarcimento da união  depende de uma viagem internacional.

É simples se separar e é extremamente difícil voltar. A separação é barata, a reconciliação é cara.

Do grito de nunca mais à súplica por mais uma chance, migrará da avareza ao endividamento.

Para resolver as discussões de relacionamento, bastava atender a uma mera lista de supermercado. Após o término receberá uma lista de exigências de sequestrador.

Para a reconciliação, você precisa fazer em um dia o que não fez durante toda a relação. Não é somente corrigir o que originou a discussão, fica condicionado a cumprir o que gerava silenciosa insatisfação na companhia. O suave retoque e as rápidas aparas no temperamento cobrados anteriormente não servem mais, resgatará o status mediante uma completa cirurgia plástica na personalidade.

Na briga, é se desculpar que os laços são refeitos. Na reconciliação, não é somente verbalizar o perdão, você será  testado e humilhado, condenado a provar o efeito das palavras em atitudes e gestos em longo período de experiência.

Ou seja, para obter o reato você perdeu absolutamente tudo o que conquistou e mais um pouco. Não está na estaca zero, mas no negativo, arcando com juros abusivos.

Na hipótese de sair de casa por um desentendimento na programação de sábado, para recuperar o amor, será obrigado a largar o futebol de terça e o chopp com amigos na quinta, que não tinham nenhuma conexão com a pendenga. Retornará para a residência mais pobre moralmente e com menos autoridade do que quando partiu. Assumirá privações para liquidar a saudade e aceitará concessões impensáveis para convencer que o fim não irá se repetir.

Se você se separou porque não queria assumir o namoro, apenas conseguirá a mulher de novo ao pedi-la em casamento.

Pense duas vezes antes de se separar para não pagar quatro vezes mais a volta.

Fabrício Carpinejar 

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Mande luz e amor toda vez que pensar nele, depois esqueça.

Comer, Rezar, Amar

quarta-feira, 5 de outubro de 2016


Peço-te o prazer legítimo
E o movimento preciso
Tempo Tempo Tempo Tempo
Quando o tempo for propício
Tempo Tempo Tempo Tempo

Porque só o tempo vai mostrar o que é real e o que vale a pena, que a gente saiba colaborar com ele. Seu tempo não está acabando e eu tão pouco tenho taaaaaaanto tempo pela frente, como parece. O instante é fugaz demais pra desperdiçar o cheiro, a vontade, a saudade. As vezes, usar o tempo a nosso favor é gastá-lo fazendo o que mais gostamos.

Te amo hoje, espero que o tempo não leve isso.



O que usaremos pra isso
Fica guardado em sigilo
Tempo Tempo Tempo Tempo
Apenas contigo e comigo
Tempo Tempo Tempo Tempo



terça-feira, 4 de outubro de 2016

O tempo, ele mesmo tudo modificou

Pior do que a dor da saudade, do que a falta e do que pisar no orgulho é essa mistura de sentimentos de agora. A vontade, a falta de fé e a vontade louca de voltar atrás. Eu tava tão bem, minha vida também. Te quis de volta, te procurei e agora? Aquela velha falta de confiança e incerteza voltaram. Pior do que a dor da saudade, é a morte do amor. A saudade tá aqui, tá gritando, mas já não existe amor, não existe renúncia, não existe vontade de gritar pro mundo que a gente se pertence. Você voltou ao seu velho papel, eu assumi um novo. Não somos mais um do outro, mas eu ainda sinto saudade de quando éramos. 

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Cão Preto

Eu reconheço os sinais, eu sei bem que isso não é normal. Essa agonia louca só de pensar em ter que cumprimentar alguém fora da rota. Essa vontade louca de dormir o tempo todo, no ônibus, no sofá, na faculdade, só pra esquecer o pensar. Eu sei que não é normal eu chorar quando chego em casa só porque não quero arrumar a mochila pro dia de amanhã. Eu sei, mas eu insisto. Não vai ser um cachorrinho que vai me derrubar tão cedo, não vai me fazer desistir agora. São tantos sonhos, tantas vontades, e parece que há uma bigorna puxando pra baixo. Tanto desejo, tanta saudade, tanto tesão, e uma incapacidade enorme de levantar do sofá e seguir em frente. A gente pensa que nunca vai chegar na gente, a gente foge, mas ele ta ali na porta, olhando fixamente, guardando seu espaço e te mantendo dentro de você. E eu to com medo, como nunca estive antes.

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Se isso não é amor, o que mais pode ser?

Elas dizem que pelo meu jeito isso é amor, pela minha fé, pela minha insistência. Dizem ainda, que é recíproco. Mas eu acho que não, começo a te amar agora, depois de tudo, depois de aceitar seus defeitos, de aceitar os problemas que existem e a solução pra eles. Te amo hoje, depois do fim. E de você, como eu poderia falar do que você sente, não é mesmo?

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

O amor da sua vida


Além disso, tudo tem a sua hora certa, ou seja, as coisas costumam acontecer no momento em que as condições são as mais propícias, para que sejam melhor aproveitadas, para que nos proporcionem ainda mais prazer e felicidade. As pessoas que se amam com intensidade e transparência têm tudo para dar certo, independentemente de quem estiver a torcer para que aconteça o contrário. É preciso, sobretudo, mais do que tudo, querer e permanecer.
Algumas vezes, as pessoas encontram-se em situações nas quais ainda não estão maduras o suficiente nem prontas para permitir que o amor preencha toda a dimensão necessária. E acabam por se perder um do outro, mas não para sempre. Há quem caminhe sozinho por um tempo, para que amadureça e se torne capaz de se aceitar e aceitar o outro, com tudo a que tiver direito.
A vida dá voltas e reviravoltas, vem com força, esmaga sonhos, desmancha ilusões, faz doer, mas também ensina, fortalece e traz verdades. E, se entre as nossas verdades estiver o amor que sentimos por alguém, iremos, sim, ficar juntos, porque necessitaremos e lutaremos para ficar com ele, com ela, enfim, com a pessoa que o destino escolheu para ser o amor das nossas vidas.
Marcel Camargo 

Lágrimas, dores, dentro de um coração

Pra quem foi, pra quem ficou
De que vai, de quem fica
Só Deus explica, só Deus pra explicar
Pra me conformar, assim é a vida
Minha parte eu faço, a minha parte, eu faço ♫

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Não é paranoia, não


"Algumas vezes eu fiz muito mal para pessoas que me amaram. Não é paranoia não. É verdade. Sou tão talvez neuroticamente individualista que, quando acontece de alguém parecer aos meus olhos uma ameaça a essa individualidade, fico imediatamente cheio de espinhos - e corto relacionamentos com a maior frieza, às vezes firo, sou agressivo e tal. É  preciso acabar com esse medo de ser tocado lá no fundo. Ou é preciso que alguém me toque profundamente para acabar com isso." 

Caio F. Abreu

"Essa é a ultima oração, pra salvar seu coração"

Meu amor, pode não parecer, mas eu te quero bem, sempre quis. Chegamos ao fim juntos, da mesma forma que começamos, impulsivos, imediatistas, ilógicos. Você com seu ciúmes e eu com minha razão. Mas ainda bem que o tempo passa e ainda bem que cheguei aqui. Estou absolutamente plena com meu trabalho, com minha faculdade, com meu futuro. Fiz as mudanças que achei necessário e estou bem com elas, apesar dos novos problemas, nada mais é incontornável. Eu tava com raiva de você, e não à toa, convenhamos. Mas eu me deixei levar pela sua raiva e não soube moderar. Me desculpa. Hoje eu vejo que devia ter sido um pouco mais sábia, senão menos estúpida. Mas eu fui. Assim como você foi uma série de coisas. Mas como disse, ainda bem que o tempo passou, ainda bem que cheguei aqui e hoje eu não tenho mais raiva nenhuma, mais rancor nenhum. O que não quer dizer que esqueci, só me perdoei e te perdoei, joguei fora o que não vai me trazer sucesso algum.Toda essa gente que morreu me chocou demais e eu vi que de nada vale ficar guardando esse ressentimento todo, pra depois ficar chorando por ai, por isso to aqui, escrevendo calmamente esse e-mail, pra pedir desculpa, pra dizer que desculpo e pra fazer constar que ainda existem sentimentos bons dentro de mim, que ainda amo, e que só o tempo vai tirar isso. Não sei por onde você anda, não sei se você já se desculpou, se já me desculpou, mas eu não conseguiria seguir em frente sem isso, sem saber que me retratei e que a minha parte eu fiz. O amor nem sempre é ficar junto, as vezes é só rezar pra que ele fique bem, e tenho rezado por nós. Um beijo,

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

A vida é tão rara ♫

Por que é que a gente espera a morte chegar pra perceber o valor que tem a vida? Por que eles tiveram que ser sepultados pra despertar essa vontade louca de viver? De nada vale essa razão, de nada vale todo esse orgulho construído e esses muros de ódio. A vontade foi correr e dizer que amo, minha mãe, meu cachorro, você. A vontade foi superar todos os defeitos, meus, seus, nossos. Foi passar o dia rodeada pelo cheiro dos meus sobrinhos, me encher de brigadeiro e beber o melhor vinho do porto que existisse. Mas estamos distantes, o tempo passa mais rápido a cada dia, meus bebês estão grandes, minha mãe está concluindo a missão dela. E você virou saudade, apesar da vontade louca de fazer tudo diferente.

Renata Oliveira

Cuidado, mantenha distância!

Não se apaixone por mim, moço, não deposite em mim suas esperanças de relacionamento e de felicidade. Eu não sou uma daquelas que se encanta com palavras bonitas e com sonhos, me desculpe, pequenos. Sua educação e essa sua mania de ser bom com todo mundo só me afastam, essa sua fé de que o meu jeito de ser tem justificativas e que a paciência cultiva o amor não me convencem. Eu não vou te fazer feliz. Sabe por que? Eu já tenho meus planos comigo, eu já tenho um amor no meu peito, eu já sei o que eu quero da vida e o que tenho que fazer. Não me leve a mal, também, eu gosto de cultivar amigos e preencher os espaços da vida, mas o lugar que você quer já tem dono, e não vai ser alguém batalhando que vai mudar isso. Amor acontece, amor muda tudo, chega e destrói tudo que um dia existiu e até que chegue alguém que tire tudo o que sinto de mim, que tire ele daqui e me faça sentir algo novo, é melhor que não se apaixonem por mim, pois o vazio que você preenche não é nada perto da falta que ele faz. 

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Da série: Tipos de Homem "American Pie"

Meu querido, se tem uma coisa que quase cinco anos de relacionamentos ininterruptos me ensinaram foi não me abster de opinião, não deixar pra depois o que pode ser dito agora e muito menos prolongar o fim. Homens que aparecem quando convém seus desejos ou ficam me enchendo de imagenzinhas com indiretas não vão me desejá-los, nem amá-los, nem pensar no segundo encontro. Você é aquele típico cara que me faz refletir aonde vai parar essa geração de homens mais velhos, mais novos, de homens no geral, garotos que só sabem beber, transar e ter filhos esporádicos por aí. Homens que preferem um baseado à uma garrafa de vinho bem dividida, que preferem o porre contínuo do Ballantine's ao mergulho no mar, homens que insistem no sexo como assunto principal e te fazem querer correr dali. Não, não confundam minha raiva com pureza de espírito violada, aprecio bem muito um belo porre seguido de um orgasmo vitorioso. Mas meu querido, vamo crescer? Apreciar outras coisas? Tem tanto restaurante bom pra gente resenhar, tanto vinho bom pra gente descobrir a safra, tanto lugar bom pra gente gozar, vamo aprender a ser gente grande, a pensar grande, a querer coisas maiores que esse seu copo e seu quartinho pequeno. Fica de recado esse meu desabafo, vê se expande esses seus horizontes porque não será eu que realizarei seus sonhos e vontades, já to ocupada demais com as minhas e você não é uma delas. Um beijo carinhoso, vê se evolui. 

Rê 

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Saudade é se despedir do sofrimento e ficar com a lição da cicatriz ♥

A saudade já é perdão. Sentir saudade é desculpar.  Se você vem sentindo saudade é que esqueceu, é que não guardou mágoa, é que superou o ressentimento, é que dispensou a vingança, é que resolveu por dentro, com a quietude da esperança. Quando a saudade chega não adianta mais impor regras e mandar embora. Acabaram o jogo, o blefe e as cláusulas minúsculas. A saudade é um convite irrecusável. É um apelo. É uma passeata de pássaros. Com a saudade, você aceitou a retratação - dita ou o implícita. Saudade revoga prazos, ordens, ditames, censuras.  Não tem como exigir mais nada, não tem como reivindicar mudanças. É admitir a volta sem explicação. É admitir o retorno sem contrapartida.  Saudade é um golpe de estado. Abole o que foi estabelecido antes.  Saudade é o domínio da pele, é a preponderância do cheiro, é a emoção desmontando a hierarquia das palavras. A saudade é recompensa por seguir amando diante das inconstâncias, é a vitória do acertos sobre os defeitos. Saudade é o fim da culpa, é o desejo livre. Saudade é um vontade com juros: abraçar com as pernas, machucar com o beijo. Saudade é serenar o travo, beber o seco. Saudade é se despedir do sofrimento e ficar com a lição da cicatriz. É respeitar a imperfeição, não precisar consertá-la para seguir inteiro. É respeitar a falha, não recorrer às mentiras para corrigi-la. É respeitar a ausência, jamais ocupar a cadeira porque está vazia. Saudade é quando morre a idealização para não morrer o amor. Somente o orgulhoso não é capaz de sentir saudade. O orgulhoso não avança nem anda para trás. O orgulhoso senta em cima do coração.

Fabrício Carpinejar

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Que te amo,

Foi tanto que eu te amei
e não sabia 
que pouco a pouco eu, 
eu te perdia

Eu te amo

E aquele louco amor,
inesquecível, 
tirar do coração 
é impossível

Eu te amo 

Te amei demais
Enlouqueci, 
brigas banais, 
te perdi...



O tempo já passou 
e eu não consigo 
calar meu coração 
e as vezes digo
Que te amo


terça-feira, 20 de setembro de 2016

Eu senti saudade e não te falei,

Eu não vou pedir desculpa pela minha impulsividade, pela minha raiva, por ter me deixado levar pelo pior sentimento que havia dentro de mim. Mas você também não vai. Você não vai se redimir da maneira que deve, e provavelmente, minha raiva vai gritar se você tentar. O fato é que nosso tempo passou, e que restaram apenas memórias doídas e saudades. Eu queria voltar agora, ter sido sábia, ter agido de outra forma, mas duvido que o faria, minha liberdade grita alto demais. E você jamais abriria mão da sua prisão. No fundo, nossa questão é essa, existe amor, existe paz, existe vontade, mas eu sou livre demais pra você, acredito em coisas que você não acredita, e quando nossas fés batem de frente você se descontrola, esquece que estou do seu lado, e simplesmente, me afasta. Todas as vezes em que voltei, voltei porque a falta que você fez falou mais alto que minha razão, voltei mesmo sabendo que na primeira oportunidade você demonstraria sua posse doentia sobre mim, voltei mesmo sabendo que ia chorar, e que essa dor horrível que é ver o amor da gente se ferir e nos ferir jamais compensaria os momentos de êxtase, as noites de porre, o travesseiro que era seu abraço. Hoje, eu não voltaria mais pelo passado, pelo que fomos, apesar da saudade doer todos os dias, e a sombra do esquecimento começar a aparecer no fim desse túnel sofrido. Hoje, eu ainda voltaria, se você demonstrasse querer mudar, se você mudasse um pouco, se você não deixasse esse seu orgulho maldito e essas suas convicções tão fracas tomarem conta do seu lado bom. Ah se você percebesse que a vida é muito mais do que isso, a que você tem se prendido, ah se você percebesse que os dias passam, e que eles podem acabar do nada, e que esse tempo todo gasto com ódio, com palavras de dor, não vão valer nada no final. Eu abro mão dos meus conceitos formados, dessa minha mania de achar que minhas convicções valem mais do que ser feliz. Esse final de semana, essa dor toda, todas essas vidas que foram me mostraram isso. O tempo urge, nossos dias passam, e nós? Continuamos a seguir caminhos diferentes, a deixar o orgulho nos guiar, a deixa o destino tomar conta da gente. Mas, apesar disso, continuarei a rezar todos os dias pra que possamos ser felizes.

"Sabe ainda sinto um frio na barriga como antigamente,  coração quase sai pela boca mas infelizmente, o tempo não foi amigo da gente ♫"

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Meu novo amor,

Meu novo amor, eu te espero. Espero porque essa espera vai ser recompensada quando eu ver o seu sorriso retribuindo o meu, espero porque sei que o beijo e o sexo serão insuperáveis. Eu te espero na paz de saber que quando chegares o espaço será só teu, as viagens serão só nossas e o meu coração estará completo. Eu não sei aonde estás e nem quando chegarás, mas as nossas bodas serão comemoradas em grande estilo. Te espero pra compartilhar e por em pratica meu desejo de conhecer a Indonésia, Machu Pichu e Roma, te espero pra gente comer ceviche e beber vinho altas horas da noite. Eu te aguardo ansiosamente pra bagunçar o meu lençol de seda novo, a cama e o quarto que acabei de ganhar. Te espero pra apresentar pra família, pros afilhados, pra gente namorar uma semana, casar na segunda e ser felizes para sempre. Eu desisti de buscar em outros o que somente você vai suprir, e por isso, o seu lugar está bem guardado: na minha cabeça, no meu coração, na minha cama. 

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Não sentindo mais nada


Você não esquece virando as costas. Você não esquece fugindo. Você não esquece ninguém evitando encontros. Você não esquece apagando as fotos e excluindo os telefones. Você não esquece jogando fora os pertences. Você não esquece cortando o cabelo e os hábitos. Você não esquece trocando de personalidade e de emprego. Você não esquece mudando o percurso dentro da cidade, você não esquece nem mudando de país.
Você não esquece ninguém ao longe, distante, sem contato nenhum. Você não esquece parando de pensar e de escrever. Você não esquece com paixões ou acumulando casos. Você não esquece desprezando conselhos. Você não esquece off-line. Você não esquece trocando a carência da saudade pela prepotência da mentira. Você não esquece omitindo nomes e recortando histórias. Você não esquece passando por cima da realidade e atropelando fatos. Você não esquece destilando ódio e rancor. Você não esquece arquitetando vingança e planejando respostas de conversas passadas. Você não esquece contando os dias de abstinência. Você não esquece fingindo desinteresse. Você não esquece dando de ombros, limpando os ombros, beijando os ombros. Você não esquece tomando ansiolítico e antidepressivo. Você não esquece fazendo greve de fome e de prazer. Você não esquece abandonando os amigos. Você não esquece forçando  amizades. Você não esquece adotando outras religiões. A culpa não ajuda a esquecer. A maldade não ajuda a esquecer. A indiferença não ajuda a esquecer. O único e verdadeiro jeito de esquecer é vendo de novo e não sentindo mais nada.


Fabrício Carpinejar

Permanece...

Tem gente que volta pra sua vida só pra te lembrar o porquê de ter saído. Não volta pra pedir desculpa, não volta pra se corrigir, mas aparece pra reiterar todas as ofensas e considerações anteriores, pra deixar o clima ainda mais chato e mostrar que tudo é e sempre foi, realmente, baseado no interesse. O amor tudo espera, tudo crê, tudo suporta, e infelizmente, a cada dia que passa, vejo que não era nosso caso.

Renata Oliveira

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Melô apaixonado


Será que eu dei de cara com o passado?
Você com esse sorriso tão forçado

Será?
Porque seus olhos tão brilhando tanto?
Alguma coisa tá te incomodando?
Será que algo em mim te fez lembrar?
Das noites que a gente se amou debaixo do chuveiro?
Do meu cheiro gostoso no seu travesseiro?
Do jeito que eu fazia na hora de amar?

Então não vem me enganar
Você ainda é o mesmo do ano passado
Te ver falando assim pra mim é engraçado

terça-feira, 6 de setembro de 2016

O que mais pode ser?

"Eu sei que isso é amor, e de verdade. Mas que força é essa que não deixa a gente ficar junto?"

Santo dos Anjos

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Gratidão, essa é a palavra

Quem vive bem sozinho e sabe lidar com suas carências e sua solidão não troca isso por qualquer coisa. Por isso, para que estabeleçam novos relacionamentos, eles precisam ser gratificantes. O amor passa então a ser uma escolha por prazer, não mais por carência, temor ou fragilidade.

Andréa Beheregaray

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Existe um preconceito muito forte, separando você de mim

Por que você me olha com esses olhos de loucura?
Por que você diz meu nome?

Por que você me procura?
Se as nossas vidas juntas vão ter sempre um triste fim
Se existe um preconceito muito forte separando você de mim
Pra que este beijo agora?

Por que meu amor este abraço?
Um dia você vai embora sem sofrer os tormentos que eu passo
De que vale sonhar um minuto se a verdade da vida é ruim?

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Se eu soubesse tinha feito antes,

E na hora que eu te beijei, foi melhor do que imaginei

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Saudade de você,

Saudade é exercitar a presença. Culpa é exercitar a falta.

Saudade é reconhecer tudo o que foi feito. Culpa é lembrar de tudo o que não foi feito.

Saudade é felicidade de ser. Culpa é angústia de não ser.

Saudade é homenagem às virtudes. Culpa é vergonha dos defeitos.

Saudade é somente precisar de si. Culpa é responsabilizar o outro.

Saudade é ternura. Culpa é tensão.

Saudade é andar pela memória. Culpa é lembrança parada.

Saudade é se espantar com a experiência. Culpa é estornar a experiência.

Saudade é permitir. Culpa é proibir.

A saudade é resistência de viver. A culpa é desistência de viver.

A saudade é uma oração. A culpa é uma maldição.

A saudade é um agradecimento. A culpa é uma cobrança.

A saudade é buscar o melhor. A culpa é não esquecer o pior.

A saudade é tranquilidade. A culpa é desespero.

A saudade contenta-se com pouco. A culpa não se contenta nem com muito.

A saudade é comédia romântica. A culpa é drama.

A saudade alimenta-se de música. A culpa cresce aos gritos.

A saudade é sentimento dobrado. A culpa é ressentimento.

A saudade é distância. A culpa é distanciamento.

A saudade é amar a solidão. A culpa é odiar a solidão.

A saudade escreve a lápis para corrigir a tempo. A culpa escreve a caneta para não dar segunda chance.

A saudade perdoa. A culpa condena.

A saudade transforma a tristeza em prazer. A culpa transforma o prazer em tristeza.

Com a saudade, o amor é possível. Com a culpa, todo amor é um engano.

Fabrício Carpinejar

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

o retrato que eu te dei, se ainda tens não sei ♫

Separei nossas fotos, olhei outra vez e pensei em colocar num envelope e te mandar,  pensei que talvez você pudesse ter a mesma esperança que eu ao olhar aqueles sorrisos, talvez você notasse que nem sempre as coisas dão tão errado. Mas decidi guardá-las de volta, no lugar delas, dentro do álbum. Decidi não entregar mais a minha esperança na mão de alguém, não esperar dos outros o mesmo sentimento, decidi ficar com a sensação boa que todos aqueles sorrisos me causaram, dentro do meu coração.  Não havia dúvida do quanto eu te amava, do quanto aquilo era só teu, de mais ninguém. Pena que você não notou.

Renata Oliveira

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Metade de mim


Oh, pedaço de mim
Oh, metade adorada de mim
Lava os olhos meus
Que a saudade é o pior castigo
E eu não quero levar comigo
A mortalha do amor
Adeus

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Tenho, ainda, coração

É a verdade o que assombra
O descaso que condena
A estupidez, o que destrói
Eu vejo tudo que se foi
E o que não existe mais

Tenho os sentidos já dormentes
O corpo quer, a alma entende
Esta é a terra de ninguém
Sei que devo resistir
Eu quero a espada em minhas mãos


Não me entrego sem lutar
Tenho, ainda, coração
Não aprendi a me render
Que caia o inimigo então
Tudo passa, tudo passará

E nossa história não estará pelo avesso
Assim, sem final feliz
Teremos coisas bonitas pra contar

E até lá, vamos viver
Temos muito ainda por fazer
Não olhe pra trás
Apenas começamos
O mundo começa agora
Apenas começamos

Por Deus, nunca me vi tão só ♫

Não sou escravo de ninguém
Ninguém, senhor do meu domínio
Sei o que devo defender
E, por valor eu tenho
E temo o que agora se desfaz

Viajamos sete léguas
Por entre abismos e florestas
Por Deus nunca me vi tão só
É a própria fé o que destrói
Estes são dias desleais







sexta-feira, 19 de agosto de 2016

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Sobre dar certo,

Não tem espaço pra você aqui do meu lado, não da pra te encaixar entre as reuniões de um trabalho e outro, as festas em família e os relatórios da faculdade. Olha, eu bem que queria, mesmo, gostei do seu riso, do jeito como você olha, mas não dá. Eu queria que desse. Queria que desse pra te encontrar de madrugada, pra abrir mão das horas de sono, mas elas já são tão poucas na minha vida, que não posso abrir mão, também. Eu queria ir ao parque com você, jantar, ver um show e abrir uma garrafa de vinho. Mas amanhã eu tenho que acordar cedo, que planejar a semana que vem, que receber umas pessoas, e ainda, que sorrir amorosa pros meus bebês. Eu queria mesmo que desse certo com você, mas dar certo comigo, é mais importante agora.

Renata Oliveira

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

One and Only

You've been on my mind
I grow fonder every day
Lose myself in time
Just thinking of your face
God only knows why it's taken me so long to let my
doubts go
You're the only one that I want

I don't know why I'm scared
I've been here before
Every feeling, every word
I've imagined it all
You'll never know if you never try
To forgive my and your past and simply be mine

I dare you to let me be your, your one and only
Promise I'm worthy
To hold in your arms
So come on and give me a chance
To prove I am the one who can walk that mile
Until the end starts ♫

terça-feira, 9 de agosto de 2016

I keep this love in a photograph

"Não importa onde você esteja, ou o que esteja fazendo - ou com quem esteja. Não importa, não muda nada. Eu sempre amei, e vou amar, honestamente, verdadeiramente, completamente, você.''

Direito

Nesses momentos eu tenho a sensação de que fiz a escolha certa. Eu resisti, eu demorei, eu cheguei no primeiro dia de aula com medo, me apavorei com a primeira prova, me senti capaz quando superei o primeiro semestre. No segundo, me apaixonei mais ainda, lutei, li, conheci. Dormi tarde, por vezes não dormi, acordei cedo, ajoelhei e agradeci. E agora, em momentos como esse, vendo a lágrima silenciosa no rosto de mamãe, eu vejo que escolhi o caminho correto, e que estou construindo, cuidadosamente, meu reino.

Renata Oliveira

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Nunca ninguém tinha me perturbado tanto.

Caio Fernando Abreu

sábado, 6 de agosto de 2016

amor é liberdade

Sem rodeios, vamos direto ao ponto: você e seu parceiro não nasceram grudados! Antes de se conhecerem a vida corria bem, então qual é o motivo que te faz pensar que agora que são um casal, só porque ele quer ter um tempo para fazer algo sem você, o mundo vai acabar? O mesmo vale para os rapazes, é óbvio. Parece muito razoável que as pessoas tenham vida própria e particular além do relacionamento, afinal, estar com alguém é uma escolha e não um castigo. Se alguém escolheu estar com você essa pessoa também tem o direito de escolher NÃO estar aí às vezes! E tudo bem com isso.
Falar sobre momentos particulares em um relacionamento a dois sempre soa como se fossemos cúmplices de um criminoso ou alguém que não merece confiança, mas é justamente o oposto. É totalmente aceitável que pessoas sintam vontade de conversar com amigos sobre qualquer coisa sem ter o parceiro ao lado, que queiram comer sozinhos às vezes, ir à livraria, dar uma volta de bicicleta, fazer qualquer coisa sozinho, e sabe por quê? Simplesmente porque as pessoas podem! O que não podem é achar, nem mesmo por um segundo, que possuem algum controle sobre o tempo e as vontades alheias. Parceiros possessivos são um dos motivos mais comuns pelo qual casais se separam, lembrem-se disso.
Ninguém aqui está defendendo pessoas que querem sair sozinhas para esconder puladas de cerca, ou para enganar o outro, até porque esses comportamentos não ajudam relacionamento algum. Eu estou falando do direito básico de gozar de suas próprias liberdades. Estar num relacionamento não nos torna menos humanos e tirar um tempo para si, acredite ou não, é uma necessidade humana básica. As pessoas precisam variar a companhia, encontrar gente diferente, falar sobre novos assuntos, em resumo, viver! Fernando Pessoa disse o seguinte uma vez: “a liberdade é a possibilidade do isolamento. Se te é impossível viver só, nasceste escravo”, ou seja, se você não tem paz para ficar um pouco consigo mesmo ou livre para fazer suas coisas longe do seu parceiro ou parceira, alguém está te escravizando.
Qual é a chance de vocês terem novos assuntos e novidades para contar se não têm vida própria? As pessoas se tornam interessantes quando absorvem informações e experiências de outras fontes. Quando um casal se forma, boa parte do que os mantém unidos são suas características pessoais, interesses e conhecimentos. Como isso pode continuar sendo interessante se os dois não têm espaço para novas vivências? Ficar juntinho é ótimo, desde que seja um comum acordo. Mas é fato que, de vez em quando, as pessoas precisam do próprio espaço de volta. E isso não tem nada a ver com ficar com outras pessoas. Vou dar um exemplo próprio: eu nunca consegui escrever uma única linha perto da minha namorada. E olha que além do CSV, escrevo para o meu blog pessoal com certa regularidade. Não adianta, é um momento meu, que eu faço questão de manter totalmente particular. Isso não significa que estou escondendo algo dela, entende?
Quanto menos espaço você tiver ou der no seu relacionamento, mais sufocante ele vai ser. E mesmo que tudo pareça muito bem e que vocês se bastem tendo apenas um ao outro, mais cedo ou mais tarde vai acabar o ar e vocês vão precisar respirar para não morrerem sufocados. Ao invés de deixar as coisas chegarem a esse nível estressante, permita-se curtir a sua própria companhia e deixe que seu parceiro faça o que quiser fazer enquanto isso. O relacionamento de vocês agradece!

Daniel Braz

terça-feira, 2 de agosto de 2016

"Permanecem a fé, a esperança, e o amor"

A fé de que você vai mudar, a esperança de que você vai enxergar, e o amor que ainda existe aqui.

ou

A fé de que vai passar, a esperança de você vai melhorar e encontrar alguém, e o amor que um dia vai achar seu par.



?

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Não deu conta, não


Uma frase que escuto com frequência é 'mulher inteligente assusta'. Inteligência é afrodisíaco, atrai mas também afasta. Porque inteligente significa 'mulher que pensa' e quem pensa logo questiona e quem questiona não aceita qualquer coisa. Inteligência pode nos levar um pouco mais além, nem sempre significa 'independência', mas certamente significa um desafio aos machistas de plantão, a quem segue modelos, a quem deseja algum tipo de servidão.

Gente vaidosa, insegura, com um ego enorme e competitivo, hipócritas,  pessoas controladoras, machistas e outros 'istas' podem até se sentirem atraídos pela inteligência de uma mulher, mas não dão conta não.

Nada mais sexy do que gente inteligente, porque como bem diz Fernanda Montenegro, beleza atrai, mas depois de 15 minutos de conversa você precisa ter bem mais a oferecer.

Porque gente inteligente não me assusta, o que me assusta é burrice e ignorância e preconceito.  


Andréa Beheregaray.



Essas palavras que eu escrevo, me protegem da completa loucura.