➸ Mulher Vermelha ♥

Cada vez que escrevo um bom poema é mais uma moleta que me faz seguir em frente.

quinta-feira, 7 de julho de 2011

O ultimo.

E por que que eu optei por ficar longe de ti ?

Por que a gente tem uma força tão absurda, que é perigoso romper.
Talvez esta seja minha ultima tentativa de te explicar, talvez eu não receba resposta.
Mas tu tens sido meu maior pensamento nestes ultimos 3 dias.
Reli, mais uma vez, todos aqueles e-mails.
Inclusive os enviados.
Eu nao assimilei ainda o fato do que me tornei, do que vivi. Do que eu, (a egoista), abri mão.
Não consigo acreditar, que você, quem eu mais amo, não consegue entender isso em mim.
Ficar contigo seria esquecer de tudo, seria esquecer das historinhas, das minhas raivas, das minhas implicancias, de tudo que eu NÃO CONSIGO ESQUECER, de tudo que ainda olha pra mim e diz que você nunca estará só para mim.
É que eu procurei sempre isto, alguém meu, única e exclusivamente, sem laços.
Alguém que trocasse tudo, pra estar 10 minutos comigo.
Não é auto-afirmação, é egoismo mesmo. Por que só quando eu tivesse isso, eu abriria mão de todo mundo que me sustentou quando eu fiquei sem você.
Já sentiu gratidão ?
É isso que sinto pelos meus poucos e grandes amigos, eles que me ouviram, dias e meses seguidos em silêncio, ou cantando Nana Caymi.
Não foi nenhum pouco divertido, acho.
Quantos aos muitos, que você disse com quem eu fiquei, que não chegaram a 4, eles foram uma esperança vaga, destruida por você, por eu ainda saber que acima deles, existia alguém que eu queria mais.
Encarei esse tempo longe, 2010, como minha decadência. Tempo em que eu perdi tudo. Fraqueza ou realmente, amor ? Prefiro acreditar que tenha sido o amor, por mais que eu vejo, o quanto fui fraca.
Esperava de 2011 uma sincera melhora, esperava.
Tive lapsos de felicidade, e depois, mais desilusões ainda.
Seguindo a regra normal era pra eu estar com 45kg e sem falar com ninguém a meses, por causa dele. Seguindo a regra normal, mas já tinha vivido isso com você e resolvi seguir o conselho do Raul, FAZ O QUE TU QUERES.
Fiz, por isso escrevi aquele e-mail, o mais sincero.
Por que tudo que cheguei a viver lembra você, tudo que vou viver, sei que jamais será igual.
Quantas vezes já dissemos que nunca mais falariamos um com o outro ? Que nunca mais chegariamos perto ?
Eu realmente cansei disso, .
Mas contigo, nunca é do jeito que eu penso.
Faz o que se quer, também nunca consigo com você.
Não me passa pela cabeça encontrar contigo de novo, mas é o que mais peço pra Deus, pra que dê pra gente juizo, força ou no minimo clareza pra organizar as ideias.
Deus, acho que ele já deve estar me riscando da lista, foi do que eu mais abri mão.
Mas foi Ele também que me fez dormir, naquelas noites em que eu passei em claro, com espamos lembrando de ti, do jeito que você me abraçava.
Os braços em volta da cintura, sempre do mesmo jeito, até que eu senti um vazio.
E ainda assim, achas que não te amo ?
A escolha que eu fiz agora é a mais desvencilhada de tudo possivel, a mais desapegada e sem qualquer "carinho" que um dia tivemos.
Mas assim, como um dia recomecei contigo, quero ver se consigo outra vez.
Das cartas, dos e-mails de manhã, da rotina é do que mais sentirei falta .. até que eu esqueça.
Já que com outra pessoa não terá o mesmo significado.
Eu era apaixonada por você, e eu amo você.
É tudo tão diferente agora, tudo tão frio, como diria você.
Parece que o lado bonitinho *-* das coisas já acabou.
Mas tambem não tenho a ilusão de que volte um dia a ser como antes.
Eu amo você, garoto.
Amo de um jeito que nem noites em claro, dores e todas as sequelas possiveis me fizeram esquecer.
Ve se tenta entender, por que eu ainda quero entender porque você me deixou ir.
Por que você não me impediu.

renataoliveira

4 comentários:

  1. Intrigam. Aguçam. Por sua intensidade.

    E me preocupam também.

    ResponderExcluir
  2. Seus textos são simplesmente adoraveis, sempre me identifico com alguma coisa

    ResponderExcluir

Manifestos



Essas palavras que eu escrevo, me protegem da completa loucura.